Não importa se você mora em casa ou apartamento, uma hora a decoração precisa de uma repaginada. Nesse momento, você sente a necessidade de fazer reformas para renovar o visual e dar um ar de modernidade ao lar. Pensando nisso, uma tendência que tem sido muito aplicada aos projetos de design de interiores é a sala com dois ambientes. Entretanto, você sabe o que é isso?

Neste post vamos explicar esse conceito e dar algumas das principais dicas para você criar espaços desse tipo. Então, acompanhe!

O que é uma sala com dois ambientes?

A sala com dois ambientes consiste na divisão do maior cômodo da residência a fim de criar outro espaço funcional dentro dele. Essa tendência surgiu nas grandes mansões, onde as salas são enormes e demandam maior preenchimento dos espaços.

A ideia foi tão bem-aceita que mesmo uma sala pequena pode ganhar um novo ambiente, desde que seja bem planejada para não ficar apertada. A sala integrada à cozinha e/ou à varanda é uma boa alternativa para ampliar os espaços, permitindo agregar uma nova funcionalidade ao cômodo.

Como montar uma sala com dois ambientes?

Montar uma sala com dois ambientes não é difícil, mas exige planejamento e uso de algumas técnicas. Abaixo, listamos as melhores ideias que os arquitetos usam para você dividir o cômodo. Confira!

1. Use truques que ampliam o espaço

A primeira coisa que você deve fazer é medir os espaços e decidir onde um termina e o outro começa. É claro que, com a mobília, os ambientes podem ter o tamanho bem reduzido. Então, tente posicioná-los do mesmo lado para criar uma área livre de circulação.

Encomendar móveis planejados é outra solução que ajuda bastante, pois eles aproveitam melhor os espaços. Com relação às cores, prefira as mais claras, como em tons pastéis e brancos, mas pinte o teto e a parede de cada ambiente com uma cor específica.

Isso deve dar uma luminosidade natural, aumentar a sensação de espaço e indicar a divisão dos ambientes. Outra coisa que você pode fazer é completar uma parede com espelhos, desde que a luz da janela não reflita no rosto de quem curte o espaço.

2. Divida a sala de forma otimizada

Só o planejado às vezes não basta, já que alguns eletrônicos têm tamanho padrão e não podem ser feitos sob medida. Então, para agregar funcionalidade aos ambientes, você precisará de móveis, objetos e eletrônicos que se encaixem bem aos espaços. Usar os cantos pode ajudar aqui.

Se quiser dividir a sala literalmente, use uma divisória ripada, pois, além de ser uma tendência em decoração, ela não bloqueia a corrente de ar, mantendo os dois ambientes frescos, visíveis e luminosos. Agora, se não quiser ter divisórias na sala, basta usar um tapete e um sofá ou algum outro móvel para indicar a divisão dos ambientes, junto às cores da parede e do teto, é claro.

Também seria interessante fazer um rasgo de luz no gesso do teto. Esse artifício deixa o ambiente mais elegante e intuitivo, pois indica as passagens pela casa e aumenta a sensação de amplitude. É uma boa ideia para otimizar os pequenos espaços.

3. Aplique uma decoração minimalista

Se com todas as dicas apresentadas acima você ainda tiver um espaço muito apertado, use uma decoração minimalista. Ela envolve deixar o ambiente clean, com o mínimo de objetos e móveis possíveis sem tirar a funcionalidade dos ambientes.

Um exemplo dessa decoração é substituir todos os porta-retratos e objetos expostos em cima de mesas e mobílias por apenas um ou nenhum adorno. Assim, os móveis ganham destaque.

Também, é possível reduzir o número de cadeiras, bancos e poltronas, reservando o ambiente para apenas duas pessoas por vez. Ao fazer isso, até mesmo o menor dos cômodos pode ganhar amplitude.

Como você pôde ver, não importa o tamanho do cômodo. Dá para fazer uma sala com dois ambientes sem prejudicar a circulação e funcionalidades dos lados. Basta seguir essas orientações.

Gostou das dicas? Siga a Absoluta Imobiliária no Facebook, Instagram e YouTube para ter mais ideias como essas!