Comprar a casa ou apartamento próprio pode ser um sonho, mas precisa ter planejamento para não virar um pesadelo. Mesmo que você prepare o orçamento para entrar em um financiamento, precisará avaliar outras questões, como escolher entre um imóvel novo ou usado. Cada um tem vantagens e desvantagens e pode influenciar na sua realização pessoal.

Foi pensando nisso que desenvolvemos este post. Descubra a partir de agora por que essa escolha é importante e o que considerar no processo!

Por que é importante saber escolher o imóvel certo?

O investimento em imóveis envolve uma boa quantia de dinheiro e, por se tratar de um bem com alto valor agregado, você pode não conseguir vendê-lo da noite para o dia, principalmente se tiver algo errado com ele. Isso quer dizer que, se houver arrependimentos, vender a propriedade pode ser mais difícil, pois a maioria dos compradores avalia bem os motivos da oferta.

Por outro lado, se você tomar esse cuidado agora e se dedicar a escolher o imóvel perfeito deve garantir a satisfação pessoal e de toda a família, estendendo a felicidade em viver nele por mais tempo.

Como escolher entre o imóvel novo ou usado?

Com base na importância de fazer a escolha certa, separamos algumas das principais vantagens e desvantagens de cada tipo de imóvel. Isso deve facilitar a sua análise. Acompanhe!

Vantagens que um imóvel novo oferece

Vamos começar pelas vantagens do imóvel recém-lançado. Ele tem cheirinho de novo, é atrativo aos olhos e oferece a sensação de conquista. Além disso, conheça outras vantagens abaixo!

Tem menor necessidade de reforma

Um imóvel recém-lançado conta com uma rede elétrica e hidráulica mais atual. Se não houver nenhuma falha no projeto, dificilmente precisará quebrar paredes para consertá-las. O mesmo acontece com as janelas, portas, piso etc. Geralmente, a necessidade de reforma só começa a aparecer depois de 10 anos de uso, tempo suficiente para quitar o financiamento imobiliário primeiro.

Tem planta mais moderna

Enquanto os imóveis mais antigos precisam de adaptação para receber a instalação de alguns aparelhos eletrônicos e mobílias, os novos já vêm preparado para isso. Por exemplo: a instalação de ar-condicionado fica mais fácil com espaços pensados para acomodar o aparelho e com a fiação elétrica certa para suportar a voltagem. Além de minimizar trabalhos e custos, o ambiente fica mais harmonioso.

Oferece maior infraestrutura

Atualmente, a maioria dos imóveis é construído dentro de áreas reservadas, aumentando o espaço a ser aproveitado pelos moradores. Nesse novo modelo de moradia, os condomínios oferecem segurança, área de lazer, academia de ginástica, garagem coberta e outros serviços que tornam a vida mais fácil e tranquila. Essa é uma das maiores vantagens dos imóveis novos.

Desvantagens que um imóvel novo tem

Os imóveis recém-lançados também tem algumas desvantagens que você precisa considerar na hora da escolha. Conheça as principais abaixo!

Tem taxas de condomínio elevadas

Por oferecer uma infraestrutura mais moderna e ampliada, os residenciais acumulam contas altas com o pagamento de salários e a contratação de serviços de manutenção. Consequentemente, isso gera taxas de condomínio mais elevadas aos moradores. Nesse caso, quanto maior for a infraestrutura oferecida, mais cara será a taxa condominial.

Apresenta espaços menores

Para o melhor aproveitamento do terreno e acessibilidade dos imóveis ao público consumidor, as construtoras estão elaborando plantas de casas e apartamentos cada vez menores. Ou seja, cada cômodo da residência ganha uma metragem menor e teto mais baixo. Se você tem uma família grande, com animais de estimação, isso pode ser um problema.

Tem preço mais alto

Como a maioria dos imóveis novos são construídos dentro de residenciais, com serviços de condomínio inclusos, eles podem ficar bem mais caros, mesmo sendo menores. Além disso, o privilégio de ser o primeiro ocupante tem um preço. Ou seja, o fato de ser novo e pertencer a um condomínio fechado são características que contribuem para valorizar o imóvel, deixando ele mais caro que um usado.

Vantagens dos imóveis usados

Agora, vamos falar das vantagens de escolher um imóvel usado. Apesar de não ter as mesmas características de um novo, ele pode ser bem atrativo, principalmente para quem está investindo na primeira propriedade. Veja abaixo!

Tem menor taxa de condomínio

Mesmo que o imóvel usado ofereça serviços de condomínio, muitos cobram uma taxa menor. Isso acontece porque as propriedades mais antigas contam com uma infraestrutura reduzida, limitando os serviços a uma portaria 24 horas. Se você trabalha muito e quase não passa tempo em casa, essa pode ser uma boa oportunidade para economizar.

Oferece maior espaço 

Outra vantagem que os imóveis usados têm, principalmente os mais antigos, é o tamanho. O padrão de construção de uma década atrás, por exemplo, era outro, permitindo casas e apartamentos com cômodos mais amplos. Nesse caso, se você tem muitos móveis e eletrodomésticos, consegue organizar o ambiente e ainda ter um bom espaço disponível para a circulação.

Apresenta preços mais baixos

Se optar por um imóvel usado, poderá economizar na compra, pois, mesmo sendo maior, deve ser mais barato que um novo. É claro que isso não é uma regra e vai depender da localização e estado de conservação, mas, geralmente, os imóveis usados costumam ter preços mais atrativos, gerando boas oportunidades para quem busca o primeiro imóvel.

Desvantagens dos imóveis usados

Assim como os imóveis novos, os usados também têm as suas desvantagens e é isso que apresentaremos abaixo. Conheça agora os principais fatores que podem fazer você desistir de uma propriedade mais antiga!

Existe muita burocracia com a documentação

Se na matrícula do imóvel ele estiver registrado como ocupação, em vez de aforamento, você não terá a escritura lavrada e isso pode ser um problema, pois envolve processos judiciais e anos para resolver. Além disso, pendências financeiras podem obrigar você a realizar os pagamentos para registrar o imóvel em seu nome.

Qualquer irregularidade nesse sentido pode se arrastar por anos até ser resolvida, impedindo você de vender a propriedade no período. Então, é bom verificar a documentação com muito cuidado antes de fechar o negócio.

Tem necessidade de reforma

Apartamentos usados acumulam vários tipos de deteriorações e, em muitos casos, exigem reformas que incluem a parte estrutural, troca de portas e janelas, torneiras, registros hidráulicos, fiações, tomadas, piso etc. Nesse caso, antes de decidir pela compra, avalie os danos e o estado de conservação geral para calcular os custos de uma reforma. Se esse custo, somado ao preço de compra, resultar em um valor mais alto que um imóvel novo, então não valerá a pena.

Tem infraestrutura deficiente

Se até aqui você ainda achar que vale a pena comprar o imóvel usado, avalie a infraestrutura como um todo. Imóveis usados e, principalmente, os mais antigos não costumam oferecer áreas de lazer e segurança como os novos, em condomínios residenciais fechados. Se isso não for um problema para você, tudo bem. Agora, se busca maior conveniência e tranquilidade, talvez seja melhor um novo.

Agora que você já sabe o que avaliar para escolher entre um imóvel novo ou usado, aproveite as dicas para se planejar ainda hoje. Também não esqueça de contar com o apoio de uma imobiliária para reduzir a burocracia e fazer uma compra mais rápida e segura.

Pronto para começar? Entre em contato com a Absoluta Imobiliária agora mesmo para ver como podemos ajudar!