Se você está na dúvida entre alugar ou comprar um imóvel, este texto pode ajudá-lo a decidir. Muitas pessoas desistem de adquirir um lar por considerarem o processo trabalhoso e demorado, mas você sabia que é possível comprar casa com FGTS?

Uma das possibilidades de saque do fundo é justamente para a aquisição de imóvel, o que permite que quem trabalha com carteira assinada fique mais perto de realizar esse sonho!

No texto de hoje, explicaremos o que é o fundo e como fazer para comprar uma casa utilizando os recursos do FGTS, para que você fique ainda mais perto de cumprir esse objetivo. Vamos lá?

O que é FGTS?

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é uma conta aberta pelo empregador na Caixa Econômica Federal para todo funcionário em regime CLT (Consolidação das Leis de Trabalho).

Mensalmente, o empregador deposita 8% do salário do trabalhador, o que faz com que, ao fim de um ano, seja recebido praticamente um salário extra pelo FGTS. Foi um programa criado para dar segurança a quem é demitido sem justa causa.

Hoje em dia, não somente em casos de demissão ou rescisão de contrato, é permitido sacar o fundo. Também é possível ter acesso ao valor arrecadado nas seguintes situações:

  • aposentadoria;

  • morte do proprietário e fechamento da empresa;

  • morte do trabalhador;

  • doenças graves do trabalhador ou dependentes;

  • titular com mais de 70 anos;

  • necessidade urgente decorrente de desastres naturais;

  • conta sem depósito por três anos seguidos;

  • compra da casa própria.

Quais as regras para comprar casa com FGTS?

Para adquirir a casa própria usando seu FGTS, tanto o trabalhador quanto o imóvel devem atender alguns requisitos, que listamos abaixo:

  • trabalhar há, pelo menos, três anos no regime CLT, mesmo que em empresas diferentes e em períodos não consecutivos;

  • não ter outro financiamento pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação) em andamento em nenhuma parte do Brasil;

  • não possuir imóvel e nem ser usufrutuário (herdeiro), promitente comprador (ter contrato de compra assinado) ou cessionário de imóvel residencial concluído ou em construção em municípios limítrofes da cidade onde reside ou trabalha.

Requisitos para o imóvel desejado:

  • ter sido avaliado em até R$ 950.000 em SP, RJ, MG e DF ou R$ 800.000 em outros estados;

  • ser residencial urbano;

  • ser para moradia do titular;

  • ter o terreno em nome do titular no caso de construção de imóvel;

  • estar devidamente registrado e sem ônus na matrícula;

  • estar em condições de habitabilidade na data da vistoria;

  • não ter sido adquirido com FGTS há, pelo menos, três anos.

Lembre-se também de que não é possível usar o fundo para reformas ou aquisição de terrenos vazios.

Como faço para usar o FGTS na compra?

Caso você e o imóvel cumpram os requisitos, será possível dar sequência ao saque do fundo para compra. Veja abaixo os passos que deverá seguir:

Consulte o saldo

Vá até uma agência ou acesse o site ou aplicativo da Caixa para conferir o valor total de FGTS disponível para utilização na compra do imóvel.

Reúna os documentos necessários

Você precisará de alguns documentos para liberar o saque:

  • documento original;

  • extrato do FGTS;

  • carteira de trabalho com comprovação do tempo de trabalho em CLT;

  • declaração de IR completa e com recibo (também a do cônjuge, se casado ou em união estável).

Se for trabalhador avulso, também precisará da declaração do órgão gestor ou do sindicato.

Entregue na Caixa

Você deverá levar todos os documentos até uma agência para aprovação do seu crédito e análise da utilização do FGTS. Se seu pedido for aprovado, o dinheiro é aplicado diretamente na opção escolhida.

Normalmente, as pessoas optam por financiar o imóvel e dar o FGTS como entrada, mas também é possível utilizá-lo para amortizar ou liquidar o saldo devedor de um financiamento em andamento, ou, até mesmo, para pagar parte do valor das prestações, lembrando que o prazo para utilizar o FGTS para os devidos fins, é de 2 em 2 anos.

Como você pode ver, não é difícil usar seu fundo para adquirir um imóvel. Muitas vezes, esse dinheiro fica parado e seu rendimento é baixo, por isso, vale muito a pena empregá-lo para realizar esse sonho.

O que achou do nosso texto? Ajudamos você a entender como comprar casa com FGTS para que seja possível sair do aluguel? Então, deixe seu comentário ou dúvida aqui no post!