Em certa fase da vida, o grande objetivo é comprar primeiro imóvel. De fato, essa realização é o passo inicial na construção do patrimônio da família e gera tranquilidade para os moradores, que ficam livres do aluguel.

Infelizmente, na experiência de algumas pessoas, o que era sonho vira pesadelo, devido às decisões tomadas com pressa ou sem conhecimento. Por isso, é importante dar esse passo com muita cautela e estudo, garantindo que tudo saia da melhor maneira possível.

No texto de hoje, vamos mostrar quais erros podem ser evitados ao comprar o primeiro imóvel, para que você faça tudo de forma correta e realize esse objetivo rapidamente. Confira!

1. Ser impaciente e comprar pela emoção

O primeiro erro — e um dos mais comuns — é ser impaciente e emotivo. Talvez, você tenha encontrado o imóvel que queria pelo preço que buscava. Porém, você sabe se ele pode ser vendido? Será que existe algum problema na documentação?

Essas perguntas podem parecer neurose, mas são extremamente importantes para evitar que você faça um negócio ruim. Por isso, pesquise bastante, olhe o preço de mercado em cada bairro de interesse, faça visitas em horários diferentes, compare acabamentos, construtoras, tamanhos e facilidades. Coloque tudo em perspectiva e tome o tempo que for preciso para tomar essa decisão.

A compra de um imóvel pode ser muito emocional, mas você deve se controlar e deixar a razão falar mais alto no momento da decisão final. Converse com corretores, com moradores da região e acumule informações para ficar livre de arrependimentos no futuro.

2. Não analisar a forma de pagamento

É extremamente frustrante assinar um contrato e não conseguir arcar com as parcelas. Por isso, você deve fazer as contas de maneira bem cuidadosa para não errar. 

Analise cautelosamente suas economias e sua composição de renda (individual ou com seu cônjuge), caso esteja financiando. Avalie o prazo de pagamento e o valor de cada parcela, considerando reajustes, juros e taxas.

O ideal é fazer um planejamento financeiro de forma que as prestações não comprometam mais do que 30% de sua entrada mensal. Planilhe suas despesas para ver onde será possível fazer cortes, dispense os gastos supérfluos e faça reservas.

3. Esquecer das taxas e impostos

No momento de comprar um imóvel, não deixe de incluir em seu planejamento financeiro algumas taxas e impostos, como o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis), no caso de imóveis construídos. Para imóveis na planta, existe a variação de INCC (Índice Nacional de Custos na Construção) e os custos de registro e escritura.

Outro imposto relevante é o IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), que deve ser pago anualmente pelo proprietário do imóvel e pode ter preços elevados.

Caso esteja comprando um apartamento, não se esqueça de incluir em seu planejamento o pagamento mensal do condomínio, que compreende custos de manutenção das áreas comuns e de funcionários. O investimento pode valer a pena se oferecer muitas opções de lazer sem sair de casa, eliminando gastos com academia e clube, por exemplo.

4. Negligenciar a leitura do contrato

O contrato vai conter todas as particularidades da compra, contemplando o momento da entrega das chaves, o valor acordado e a forma de pagamento, além da qualificação das partes e as cláusulas referentes à rescisão e multa.

Leia muito atentamente o contrato. Caso necessário, peça a ajuda de um advogado e veja se tudo está exatamente da forma combinada. Se estiver financiando, você deverá ter essa mesma cautela no momento de assinar o contrato de financiamento, conferindo taxas, correções e prazos.

Caso encontre qualquer cláusula em desacordo com o firmado entre as partes, peça uma revisão e somente assine quando tudo estiver de acordo com o que você deseja.

Como você pode ver, adquirir um imóvel exige atenção, planejamento e tempo. É importante também contar com o auxílio de uma imobiliária de confiança, que vai acompanhar todo o processo, desde a pesquisa até a assinatura do contrato, e  deixará você tranquilo sobre a segurança do negócio.

Gostou do nosso texto? Será útil para comprar primeiro imóvel com maiores certezas, evitando os erros que citamos? Então, compartilhe-o nas redes sociais para ajudar seus amigos que estão passando pela mesma situação!